Início do conteúdo

Corpo Docente


Docentes

Dalia Elena Romero Montilla - Permanente - Linha 3

 

dalia.romero@icict.fiocruz.br

 

 

  Currículo Lattes

 

 

Graduada em Sociologia pela Universidad Católica Andrés Bello de Venezuela (1984), com mestrado em Demografia pelo El Colegio de México (1989) e doutorado em Saúde Pública pela Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, da Fundação Oswaldo Cruz (1999). Pesquisadora em Saúde Pública na Fundação Oswaldo Cruz, foi coordenadora adjunta do Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Informação e Comunicação em Saúde (PPGICS) e atualmente é professora permanente do Programa e faz parte do corpo docente do Curso de Pós-Graduação em Geriatria e Gerontologia da UnATI/Uerj. Foi membro do Conselho Consultivo e coordenadora do GT Saúde da Associação Brasileira de Estudos Populacionais (ABEP) entre 2012 e 2014. É membro da RIPSA.

Tem experiência na área de Demografia e Saúde Pública, especialmente nos temas de avaliação da qualidade da informação, envelhecimento e saúde do idoso, monitoramento de indicadores de saúde e componentes da dinâmica demográfica.

 

 

Conheça as publicações mais recentes da docente:

 

- Marques, A. P. ; SZWARCWALD, CÉLIA LANDMANN ; CASTANHEIRA, D. ; RODRIGUES, JÉSSICA M. ; ALMEIDA, WANESSA DA SILVA DE ; ROMERO, DALIA . Fatores associados à hipertensão arterial: uma revisão sistemática. Ciência & Saúde Coletiva, v. 25, p. 2271-2282, 2020.

 

- BARROS, MARILISA BERTI DE AZEVEDO ; LIMA, MARGARETH GUIMARÃES ; MALTA, DEBORAH CARVALHO ; SZWARCWALD, CÉLIA LANDMANN ; AZEVEDO, RENATA CRUZ SOARES DE ; ROMERO, DALIA ; SOUZA JÚNIOR, PAULO ROBERTO BORGES DE ; AZEVEDO, LUIS OTÁVIO ; MACHADO, ÍSIS ELOAH ; DAMACENA, GISELI NOGUEIRA ; GOMES, CRIZIAN SAAR ; WERNECK, ANDRÉ DE OLIVEIRA ; SILVA, DANILO RODRIGUES PEREIRA DA ; PINA, MARIA DE FÁTIMA DE ; GRACIE, RENATA . Relato de tristeza/depressão, nervosismo/ansiedade e problemas de sono na população adulta brasileira durante a pandemia de COVID-19. EPIDEMIOLOGIA E SERVIÇOS DE SAÚDE, v. 29, p. 2020427-500, 2020.

 

- WERNECK, A. O. ; MALTA, D. C. ; SOUZA JUNIOR, PAULO ROBERTO BORGES DE ; AZEVEDO, L. O. ; BARROS, M. B. A. ; SZWARCWALD, C. L. ; ROMERO M., Dalia E. . Lifestyle behaviors changes during the COVID-19 pandemic quarantine among 6,881 Brazilian adults with depression and 35,143 without depression. Ciência & Saúde Coletiva, v. 25, p. 4151-4156, 2020.

 

- MALTA, DEBORAH CARVALHO ; SZWARCWALD, CÉLIA LANDMANN ; BARROS, MARILISA BERTI DE AZEVEDO ; GOMES, CRIZIAN SAAR ; MACHADO, ÍSIS ELOAH ; SOUZA JÚNIOR, PAULO ROBERTO BORGES DE ; ROMERO, Dalia Elena ; LIMA, MARGARETH GUIMARAES ; DAMACENA, GISELI NOGUEIRA ; PINA, MARIA DE FÁTIMA ; FREITAS, MARIA IMACULADA DE FÁTIMA ; WERNECK, ANDRÉ OLIVEIRA ; SILVA, DANILO RODRIGUES PEREIRA DA ; AZEVEDO, LUIZ OTÁVIO ; GRACIE, RENATA . A pandemia da COVID-19 e as mudanças no estilo de vida dos brasileiros adultos: um estudo transversal, 2020. EPIDEMIOLOGIA E SERVIÇOS DE SAÚDE, v. 29, p. 2020407, 2020.

 

- Malta, Deborah Carvalho ; SZWARCWALD, C. L. ; BARROS, MARILISA BERTI DE AZEVEDO ; GOMES, CRIZIAN SAAR ; MACHADO, ÍSIS ELOAH ; SOUZA JÚNIOR, PAULO ROBERTO BORGES DE ; ROMERO M., Dalia E. ; LIMA, MARGARETH GUIMARAES ; DAMACENA, GISELI NOGUEIRA ; PINA, MARIA DE FÁTIMA ; FREITAS, MARIA IMACULADA DE FÁTIMA ; WERNECK, ANDRÉ OLIVEIRA ; SILVA, DANILO RODRIGUES PEREIRA DA ; AZEVEDO, LUIZ OTÁVIO ; GRACIE, RENATA . A pandemia da COVID-19 e as mudanças no estilo de vida dos brasileiros adultos: um estudo transversal, 2020. EPIDEMIOLOGIA E SERVIÇOS DE SAÚDE, v. 29, p. e2020407, 2020.
 
Projeto(s) de pesquisa:
Impacto da pandemia nas condições de vida, saúde e trabalho

A pandemia coincide com o envelhecimento populacional, considerado principal evento demográfico do século XXI no nível mundial e nacional. A Constituição brasileira, no seu art. 230, dispõe que, além da família, a sociedade e o Estado têm o dever de amparar as pessoas idosas, "defendendo sua dignidade e bem-estar e garantindo-lhes o direito à vida". Além disso, o Brasil, como signatário do Plano Internacional de Envelhecimento de 200211 tem o compromisso de reconhecer a vulnerabilidade dos idosos em situações de emergência humanitária, como é o caso de uma pandemia. O sociólogo Norbert Elias, no seu livro Solidão dos Moribundos, afirma que envelhecer está relacionado com distanciamento social, invisibilidade, luto e abandono. Essas questões preocupam ainda mais no contexto atual da inesperada pandemia da covid-19. O presente estudo tem o objetivo de caracterizar a população idosa brasileira durante a pandemia de covid-19, considerando suas condições de saúde, socioeconômicas.

Quem tem direito a envelhecer? Desigualdade na mortalidade por raça/cor no Brasil

A discussão acerca da desigualdade segundo raça/cor em saúde fundamenta-se não sobre a variação fenotípica ou biológica, mas sim como um constructo social. O legado histórico de exploração e discriminação foi responsável por condicionar a forma de viver de determinados grupos, promovendo um cenário de desigualdade nas condições objetivas de vida, de saúde e da morte. No Brasil, as marcas do processo histórico de escravização, discriminação e marginalização de povos africanos e indígenas gerou desigualdade de sexo, adesão ao distanciamento social e sentimento de tristeza. O objetivo do projeto é identificar as desigualdade ante a idade a morte entre a população segundo raça/cor.

Voltar ao topoVoltar