Idiomas

  • Diminuir tamanho do texto
  • Tamanho original do texto
  • Aumentar tamanho do texto

PPGICS | Pós-Graduação:Informação e Comunicação em Saúde

Programa de Pós-Graduação em Informação e Comunicação em Saúde

Início do conteúdo

Projetos de pesquisa

Nietzsche Paciente: as consequências do diagnóstico

Partindo da discussão mais recente sobre as hipóteses diagnósticas referentes à enfermidade que levou a que Nietzsche, aos 44 anos, interrompesse sua escrita filosófica, no caso, em especial os trabalhos de Sax e de Owen que sugerem se tratar de meningioma retro-orbital, a pesquisa busca rever o entendimento de Nietzsche tanto de sua própria doença quanto da questão saúde-doença em sua obra. Já temos, somando-se a Sax e Owen, os principais trabalhos das últimas décadas sobre o diagnóstico de Nietzsche. Além disso, será discutido o quanto alguns autores levam em conta a questão da saúde e da doença na interpretação da obra de Nietzsche enquanto há outros que minimizam ou desconsideram essa questão. Também terá destaque nesta pesquisa o quanto o diagnóstico de sífilis ou, independentemente do diagnóstico, o quadro psiquiátrico como um todo, que levou a que alguns lhe atribuíssem a imagem romântica associando genialidade e loucura, tem influído na imagem de Nietzsche enquanto intelectual crítico, bem como na arte e, em particular, na arte brasileira. Por fim, será considerado criticamente o valor da patografia, sobretudo daquelas que foram mais debatidas no contexto filosófico e de crítica literária: o foco principal será, evidentemente, pensar qual o valor da patografia de Nietzsche.

Coordenador do Projeto:

Voltar ao topoVoltar