Início do conteúdo

Corpo Docente


Docentes

Janine Miranda Cardoso - Permanente - Linha 2

 

Possui graduação em Ciências Sociais (1985), UFPR, Mestrado em Comunicação (2001), UFRJ, e Doutorado em Comunicação e Cultura (2012), UFRJ.

Cientista Social da Fundação Oswaldo Cruz, integra a equipe do Laboratório de Pesquisa em Comunicação e Saúde, é docente do Programa de Pós-graduação em Informação e Comunicação e Saúde (PPGICS), do Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde da Fundação Oswaldo Cruz (Icict/Fiocruz), que coordenou de dezembro de 2012 a outubro de 2014. Desenvolve atividades de ensino, pesquisa e consultoria, com ênfase na análise de discursos, estratégias e políticas públicas de comunicação no campo da saúde. É membro do Grupo de Pesquisa Comunicação e Saúde - Diretório CNPq, participa do Grupo de Trabalho Comunicação e Saúde GTCom da Abrasco e do colegiado de pesquisadores do Laboratório de Pesquisas sobre Práticas de Integralidade em Saúde Lappis/Uerj.

 

 

  Currículo Lattes

 

 

Conheça algumas das publicações da docente:

 

 

- Deu Zika na Rede: uma análise sobre a produção de sentidos sobre a Epidemia de Zika e Microcefalia no Facebook. (MÍDIA E COTIDIANO, v. 13, p. 1987-211, 2019.)

 

- Interfaces e desafios comunicacionais do Sistema Único de Saúde. (Ciencia & Saude Coletiva, v. 23, p. 1871-1880, 2018.)

 

- O "drama epidêmico" da dengue: causas, sofrimento e responsabilidades no Jornal Nacional (1986-2008). (Revista Eco-Pós, v. 17, p. 1-13, 2014.)

 

- Os jovens e os discursos sobre Aids: da centralidade dos contextos para a apropriação de sentidos. (RECIIS. Revista eletrônica de comunicação, informação & inovação em saúde, v. 3i3, p. 286, 2009.)

 

- ARAÚJO, I.S ; CARDOSO, J. M. . Comunicação e Saúde. 1º. ed. Rio de Janeiro: Editora FIOCRUZ, 2007. 152p .

 

- VAZ, P. ; CARDOSO, J. M. . Risco, Sofrimento e Política: a epidemia de dengue no Jornal Nacional em 2008. In: LERNER, K.; SACRAMENTO, I.. (Org.). Saúde e Jornalismo: interfaces contemporâneas. 1ed.Rio de Janeiro: Ed. Fiocruz/Faperj, 2014, v. 1, p. 165-182.

Projeto(s) de pesquisa:
O drama epidêmico midiático no Brasil: um estudo da construção da dengue e H1N1 (2008-2010)

A proposta deste projeto é compreender como o jornalismo participa da experiência epidêmica contemporânea no Brasil. Para tanto, coloca sob análise duas importantes doenças, a dengue e a Influenza A-H1N1, a partir da produção do principal telejornal brasileiro, o Jornal Nacional, da Rede Globo de Televisão, dois jornais de relevância nacional, O Globo e Folha de São Paulo, dois diários importantes nos estados de Minas Gerais e Espírito Santo, respectivamente, o Estado de Minas e A Tribuna. Participam do projeto, além da Fiocruz (ICICT), a UFJF (PPGCOM/UFJF) e UFES (PPGSC).

Voltar ao topoVoltar