Início do conteúdo

Corpo Docente


Docentes

José Carvalho de Noronha - Colaborador - Linha 3

 

jose.noronha@fiocruz.br

 

 

  Currículo Lattes

 

 

Possui graduação em Medicina pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1970), mestrado em Medicina Social pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (1978) e doutorado em Saúde Coletiva pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (2001). Atualmente é médico da Fundação Oswaldo Cruz, onde coordena a iniciativa de Prospecção Estratégica do Sistema de Saúde Brasileiro "Brasil Saúde Amanhã" e é consultor do PROQUALIS, Centro Colaborador para a Qualidade do Cuidados em Saúde e Segurança do Paciente. Membro do Accreditation Committee da Joint Commission International. Membro do Conselho Consultivo do Centro Brasileiro de Estudos de Saúde - CEBES. Membro do Conselho Empresarial de Saúde e Medicina da Associação Comercial do Rio de Janeiro. Consultor de Relações Internacionais do Consórcio Brasileiro de Acreditação de Sistemas e Serviços de Saúde. Ex-Professor Adjunto do Instituto de Medicina Social da UERJ. Foi Secretário de Saúde do Estado do Rio de Janeiro (1988-90) e Secretário de Atenção à Saúde do Ministério da Saúde (2007-08), entre outros cargos públicos. Foi Presidente da Associação Brasileira de Pós-Gradução em Saúde Coletiva - ABRASCO (2000-03), Membro da Diretoria da International Society for Quality in Health Care (2011-13), Diretor Ad-hoc do Centro Brasileiro de Estudos de Saúde - CEBES (2012-13) e Coordenador Adjunto da Associação Latino-Americana de Medicina Social e Saúde Coletiva (2012-14). Tem experiência na área de Saúde Coletiva, com ênfase em Políticas, Planejamento e Administração em Saúde, atuando principalmente nos seguintes temas: avaliação de serviços de saúde, políticas e administração em saúde, políticas de saúde, qualidade de serviços de saúde e atenção à saúde. Membro Titular Colaborador do Colégio Brasileiro de Cirurgiões. Grande Oficial da Ordem do Mérito Médico. Medalha de Oswaldo Cruz - Ouro.

 

Conheça as publicações mais recentes do docente:

 

 

- NORONHA, J. C.; SOUTO, L. R. F. . Nossas tarefas permanentes: Saúde, Democracia e Socialismo. Saúde em Debate, v. 45, p. 257-259, 2021.

 

- GUIMARÃES, REINALDO ; Noronha, José ; ELIAS, FLÁVIA TAVARES SILVA ; GADELHA, CARLOS AUGUSTO GRABOIS ; CARVALHEIRO, JOSÉ DA ROCHA ; RIBEIRO, ALANE . Política de Ciência, Tecnologia e Inovação em Saúde. Ciência & Saúde Coletiva, v. 24, p. 881-886, 2019.

 

- NORONHA, J. C.. Cobertura Universal de Saúde e o Brasil: estamos no bom caminho?. Saúde em Debate, v. 43, p. 5-10, 2019.

 

- NORONHA, José Carvalho de; CASTRO, LEONARDO . Democracia, Saúde e a 16ª Conferência Nacional de Saúde: qual futuro?. CADERNOS DE SAÚDE PÚBLICA, v. 35, p. e00188719, 2019.

 

- CHAGAS, F. A. F. R. ; VILARDO, M. A. T. ; NORONHA, J. C. . As tutelas de urgência com pedidos de saúde em sede de plantão judiciário noturno. Saúde em Debate, v. 43, p. 232-243, 2019.

 

- GIOVANELLA, L. (Org.) ; ESCOREL, S. (Org.) ; LOBATO, L. V. C. (Org.) ; NORONHA, J. C. (Org.) ; CARVALHO, A. I. (Org.) . Políticas e Sistema de Saúde no Brasil. 2ª. ed. Rio de Janeiro: Editora Fiocruz, 2012. v. 1. 1100p .

Projeto(s) de pesquisa:
Rede de prospecção, risco público e gestão estratégica em saúde

Este objeto se refere ao Termo de Cooperação nº 005/2009 - SAE/PR, publicado no DOU em 22/12/2009, e celebrado entre a Secretaria de Assuntos Estratégicos da Presidência da República - SAE/PR, e a FUNDAÇÃO OSWALDO CRUZ FIOCRUZ, visando o estabelecimento das bases das relações entre ambas as instituições, mediante a conjugação de esforços entre as partes para viabilizar a colaboração em 2 áreas:I - elaboração de subsídios à "Agenda de Saúde 2022-2030" para o Brasil, considerando 3 eixos: a) acesso e qualidade da atenção à saúde; b) financiamento e gestão do SUS; c) segurança em saúde complexo industrial da saúde; e II - constituição de "Rede de Prospecção, Risco Público e Gestão Estratégica em Saúde". Este objeto refere-se à utilização dos recursos para ações voltadas para a necessidade de fortalecer e ampliar o alcance dos processos formativos no campo da gestão e gerencia do SUS, tendo como pressuposto o planejamento estratégico para 2022. De acordo com os objetivos do Projeto, estes recursos poderão ser aplicados para montagem, produção, elaboração e outras atividades de cursos, congressos, encontros, treinamentos, seminários e eventos de saúde..

Voltar ao topoVoltar