Início do conteúdo

Corpo Docente


Docentes

Maria Cristina Soares Guimarães - Permanente - Linha 1

 

 

  Currículo Lattes

 

Graduação em Engenharia Química pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1982), mestrado em Ciência da Informação pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, convênio Instituto Brasileiro de Informação Científica e Tecnológica (1992) e doutorado em Ciência da Informação pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, convênio Instituto Brasileiro de Informação Científica e Tecnológica (1998).

Pesquisadora da Fundação Oswaldo Cruz, professora permanente do Programa de Pós-Graduação em Informação e Comunicação em Saúde do Icict (PPGICS/Icict) e coordenadora do Curso de Especialização lato sensu Informação Científica e Tecnológica em Saúde do Icict,. foi Vice-diretora de Informação e Comunicação do Icict (2009-2013) e Editora Científica da Revista Eletrônica de Comunicação, Informação e Inovação em Saúde RECIIS (2009-2013). Atualmente, é chefe do Laboratório de Informação Científica e Tecnológica em Saúde do Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica (ICTS/Icict).

Principais temas de interesse: Acesso livre e Informação científica e tecnológica em saúde, Gestão da informação, Avaliação em C&T, Socialização da informação e Estudos Sociais da Ciência e Tecnologia, Engajamento em ciência e Competência em saúde (health literacy).

 

 

 

Conheça algumas das publicações da docente:

 

 

 

- Atenção psicossocial e bem viver: relato de experiência de um Projeto Terapêutico Singular pelas dimensões da Felicidade Interna Bruta. (Saúde em Debate, v. 44, p. 320-332, 2020.);

 

- Apontamentos sobre a participação feminina na pesquisa no campo da saúde a partir do acervo de obras raras da Biblioteca de Manguinhos da Fundação Oswaldo Cruz. (Perspectivas em Ciência da Informação, v. 21, p. 119-133, 2016.);

 

- Monitoramento de informação em mí­dias sociais: o e-Monitor Dengue. (Transinformação, v. 26, p. 9-18, 2014.);

 

- Why do we need alternative tools to control mosquito-borne diseases in Latin America? (Memórias do Instituto Oswaldo Cruz, v. 107, p. 828-829, 2012.);

 

- GUIMARAES, M. C. S. Determinantes sociais de saúde: o papel da informação e da literacia em saúde. In: Zeny Duarte; Carmem Abreu; Olívia Pestana. (Org.). Informação e saúde: percursos de interdisciplinaridade. 1ed.Bahia: EDUFBA, 2016, v. 1, p. 177-188.

 

- GUIMARAES, M. C. S. A Contribuição do Ensino para a Gestão da Informação: Relato de Experiência na FIOCRUZ. In: José Moya; Eliane Pereira dos Santos; Ana Valéria m. Mendonça. (Org.). Gestão do Conhecimento em Saúde no Brasil: Avanços e Perspectivas. 1ªed.Brasília/DF: Organização Pan-Americana da Saúde - Representação Brasil, 2009, v. , p. 54-56.

Projeto(s) de pesquisa:
Da divulgação científica ao engajamento comunitário: um estudo exploratório no campo da saúde

No âmbito da pesquisa em ciências da saúde, no qual a própria sociedade é tanto o principal sujeito da pesquisa como o ponto nevrálgico da aplicação de seus resultados, o engajamento comunitário tem sido entendido como absolutamente necessário. A comunicação científica propensa e aberta ao estabelecimento do diálogo com a sociedade é essencial neste âmbito. Partindo desta ideia, é que esta proposta se estrutura, constituindo um estudo exploratório das vinculações entre divulgação científica e engajamento comunitário para a pesquisa em saúde, tomando como objeto de estudo a dengue..

Sistemas territoriais de Informação para atenção à Saúde da Pessoa com Deficiência

Desenvolver o aplicativo "Sistema de Informação Territorial em Saúde" - SITS à saúde da Pessoa com Deficiência e avaliar a sua aplicabilidade no âmbito do SUS. Mapear, a partir de fontes de dados oficiais, de acesso público, dados relacionados a produção das dimensões demográficas, sociais e de saúde dos territórios, os elementos constitutivos da Rede de Cuidado no Território (identificadas e as não identificadas pelos Sistemas de Informação).

Voltar ao topoVoltar