Idiomas

  • Diminuir tamanho do texto
  • Tamanho original do texto
  • Aumentar tamanho do texto

PPGICS | Pós-Graduação:Informação e Comunicação em Saúde

Programa de Pós-Graduação em Informação e Comunicação em Saúde

Início do conteúdo

Corpo Docente


Docentes

Sandro Tôrres de Azevedo - Permanente - Linha 2

 

sandro.torres@eco.ufrj.br

 

   Currículo Lattes

 

Publicitário, pesquisador e docente no Ensino Superior desde 1999, é graduado em Comunicação Social – Publicidade e Propaganda (UFF), mestre em Comunicação e Cultura (UFRJ) e doutor em Estudos de Linguagem (UFF). Atualmente é professor adjunto do Departamento de Expressão e Linguagens da Escola de Comunicação (ECO) da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), onde também exerce o cargo de Diretor Adjunto de Graduação e é membro do Núcleo Docente Estruturante em Comunicação Social – Publicidade e Propaganda, e professor permanente do Programa de Pós-Graduação em Informação e Comunicação em Saúde (PPGICS) da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), na linha de pesquisa em Informação, Comunicação e Mediações em Saúde. É líder do Grupo de Pesquisa em Retórica do Consumo (ReC-UFF/CNPq), membro do Grupo de Pesquisa em Semiótica e Discurso (SeDi-UFF/CNPq), membro do conselho técnico-científico da Associação Brasileira de Pesquisadores em Publicidade (ABP2) e coordena o Laboratório de Comunicação Publicitária Aplicada à Saúde e à Sociedade (Compasso-ECO/UFRJ), que mantém diversas parcerias com projetos ligados à UFRJ, Fiocruz, UFF, UERJ, órgãos governamentais e prefeituras. É avaliador selecionado e capacitado, nomeado para integrar o Banco de Avaliadores (BASis) do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (SINAES) para cursos de graduação da área da Comunicação Social no Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP), autarquia vinculada ao Ministério da Educação (MEC). Trabalha academicamente com objetos da Comunicação Social, especialmente da Publicidade e Propaganda, tendo proposto o conceito de ciberpublicidade e organizado o livro "Ciberpublicidade: discurso, experiência e consumo na cultura transmidiática" e publicado o livro “Semiótica e realidade aumentada: enunciação, tecnologia, publicidade”. Tem experiência na área da Comunicação, com ênfase em Publicidade e Propaganda, Expressão e Linguagens, atuando especialmente nas interfaces entre propaganda, saúde, sociedade, semiótica, discurso, consumo e tecnologia.

 

 

Conheça as publicações mais recentes do docente

 

AZEVEDO, SANDRO TÔRRES DE; ATEM, GUILHERME NERY . Transformações na publicidade e nos consumos a partir da mediação dos algoritmos e processos em Big Data. SIGNOS DO CONSUMO, v. 12, p. 1-3, 2020.

 

AZEVEDO, SANDRO TÔRRES DE; ALVES, DANIELE DE CASTRO ; VASCONCELOS, MARIANA AYRES TAVARES . Novos enunciadores da publicidade: perfis fictícios no branded content da cerveja Antarctica. SIGNOS DO CONSUMO, v. 10, p. 27-37, 2018.

 

AZEVEDO, S. T.; ALVES, D. C. ; TAVARES, M. A. . Novos enunciadores da publicidade: perfis fictícios no branded content da cerveja Antarctica. COMUM (FACHA), v. 18, p. 248-265, 2018.

 

Teixeira, L. ; Faria, K. ; AZEVEDO, S. T. . Enunciação em meios digitais. ESTUDOS SEMIÓTICOS (USP), v. 13, p. 122-135, 2017.

 

AZEVEDO, SANDRO TÔRRES DE. PUBLICIDADE, ENUNCIAÇÃO E REALIDADE AUMENTADA: desdobramentos da categoria de pessoa na era digital. REVISTA OBSERVATÓRIO, v. 2, p. 248-270, 2016.

Projeto(s) de pesquisa:
Propaganda e saúde: justaposições

Neste projeto de pesquisa, tratamos da aproximação entre o campo da Comunicação e Saúde e o da Publicidade e Propaganda, na perspectiva de, mais que promover trocas mútuas, propor a confluência entre ambos, dando forma a um entremeio que se constitua como subcampo científico e de práticas a serem investigadas. Neste rastro, intentamos cumprir tal empreitada a partir da integração dos pilares universitários, a saber, o ensino, a pesquisa e a extensão, na medida em que visamos adotar como caminho metodológico a pesquisa-ação, voltada para, simultaneamente, observar, criticar e transformar o universo em que atua, especialmente através da articulação do escrutínio que ora apresentamos com o Compasso – Laboratório de Comunicação Publicitária Aplicada à Saúde e à Sociedade, projeto de extensão vinculado à Escola de Comunicação da UFRJ.

A estética da ciberpublicidade

Dado o mapeamento teórico das novas práticas publicitárias e do conceito de Ciberpublicidade, passamos à pesquisa dos seus aspectos estéticos e semióticos. Vivemos na era da publicidade emocional e do branding sensorial, a partir dos quais percebemos a força de uma retórica nova, que extrapola em muito a linguagem verbal (sem recusá-la). Assim, a pesquisa conta com diferentes olhares que se articulam sobre o objeto, a Ciberpublicidade e seus aspectos estéticos e semióticos. Cada pesquisador envolvido traz para a pesquisa seu enfoque, suas questões e possíveis soluções conferindo caráter multidisciplinar ao projeto.

Voltar ao topoVoltar