Idiomas

  • Diminuir tamanho do texto
  • Tamanho original do texto
  • Aumentar tamanho do texto

PPGICS | Pós-Graduação:Informação e Comunicação em Saúde

Programa de Pós-Graduação em Informação e Comunicação em Saúde

Início do conteúdo

Corpo Docente


Docentes

Viviane Santos de Oliveira Veiga - Permanente - Linha 1

 

 

  Currículo Lattes

 

Doutora em Ciências - área de concentração: Informação e Comunicação em Saúde pelo Programa de Pós-Graduação em Informação e Comunicação em Saúde/Fiocruz , com período sanduíche em Universidade de Coimbra (2017). Mestre em Ciências - área de concentração: Gestão da Informação e Comunicação em Saúde pela Escola Nacional de Saúde Pública Sérgio Arouca-Fiocruz (2005). Bacharel em Biblioteconomia e Documentação pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (1999).

Atua como pesquisadora na Fundação Oswaldo Cruz, como Editora Associada da Revista Eletrônica de Comunicação, Informação & Inovação em Saúde (RECIIS). Atua, ainda, como Professora convidada do Programa de Pós-Graduação em Informação e Comunicação em Saúde (PPGICS/ICICT/Fiocruz) desde 2018, onde ministra disciplina obrigatória e eletiva. Atua como professora convidada no Programa de Pós-Graduação em Saúde da Criança e da Mulher, desde 2016. Atua como professora e coordenadora de módulo no Curso de Especialização em Informação Científica e Tecnológica em Saúde (ICTS/ICICT/Fiocruz) desde 2014.

Coordena disciplina eletiva no curso de Especialização em Saúde do Trabalhador e Ecologia Humana (ENSP/Fiocruz). Coordena a Rede de Bibliotecas Fiocruz. Coordena a Rede GO FAIR Brasil Saúde. Coordena e participa de grupos de pesquisa em Informação Científica e Tecnológica. Ministra aulas e palestras sobre Fundamentos Teóricos da Informação Científica; Comunicação Científica; Avaliação da Ciência; Ciência Aberta; Acesso Aberto; Dados de Pesquisa; Plano de Gestão de Dados; Princípios FAIR; Repositórios digitais; Data Paper, sistemas de informação; e compartilhamento de dados de pesquisa.

 

 

Confira algumas das publicações da docente:

 

 

- Compartilhamento de dados de pesquisa na Fiocruz: diagnóstico e percepção do pesquisador. (CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO, v. 48, p. 319-327, 2020.)

 

- Plano de gestão de dados fair: uma proposta para a Fiocruz. (LIINC EM REVISTA, v. 15, p. 275-286, 2019.)

 

- O compartilhamento de artigos científicos nos repositórios institucionais portugueses e brasileiros: com a voz dos gestores. (Revista Brasileira de Biblioteconomia e Documentação, v. 13, p. 1258-1268, 2017.)

 

- Avaliação da usabilidade em repositórios institucionais: revisão de literatura. (RECIIS - Revista Eletrônica de Comunicação, Informação & Inovação em Saúde, v. 8, p. 540-553, 2014.)

 

- VEIGA, Viviane Santos de Oliveira; SILVA, C. H. ; BORGES, M. M. . Modelo de Fatores que Influenciam no Comportamentode Compartilhamento de Dados de Pesquisa (MFDados). In: MARIA MANUEL BORGESELIAS SANZ CASADO. (Org.). SOB A LENTE DA CIÊNCIA ABERTAOLHARES DE PORTUGAL, ESPANHA E BRASIL. 0ed.Coimbra: Imprensa da Universidade de Coimbra, 2021, v. , p. 153-.

 

- da Silva Alves, Aline ; Leal Ferreira, Simone Bacellar ; VEIGA, Viviane Santos de Oliveira ; MONTEIRO, INGRID TEIXEIRA ; da Silveira, Denis Silva . Using Mediating Metacommunication to Improve Accessibility to Deaf in Corporate Information Systems on the Web. Lecture Notes in Computer Science. 1ed.: Springer Berlin Heidelberg, 2013, v. 8010, p. 645-654.

Projeto(s) de pesquisa:
Compartilhamento de dados de pesquisa no campo da saúde

Este projeto objetiva analisar, da perspectiva teórico-conceitual, o compartilhamento de dados de pesquisa no campo da saúde. Analisar a percepção dos pesquisadores quanto ao compartilhamento e abertura destes dados. Para tanto busca-se conhecer os dados de pesquisa que são produzidos na saúde, as práticas de compartilhamento do pesquisador e os estímulos e barreiras a sua adesão ao movimento internacional de abertura de dados.

Gestão de dados de pesquisa alinhada aos princípios FAIR

Este projeto objetiva analisar o processo de gestão de dados alinhados aos princípios FAIR, de modo que os dados sejam localizáveis, acessíveis, interoperáveis e reutilizáveis. Para tanto analisa-se o processo de elaboração de Plano de Gestão de Dados, os sistemas desenvolvidos, as questões requisitadas por financiadores e instituições e a percepção do pesquisador quanto a elaboração do PGD. Analisa-se também os sistemas utilizados para compartilhamento e acesso aos dados de pesquisa, com foco nos repositórios de dados de pesquisa.

Voltar ao topoVoltar